Com Plenário da câmara decorado com a cor da campanha Setembro Amarelo, Vereadores aprovam importantes projetos
21 de setembro de 2022

Na sessão de hoje (20), foram discutidas, votadas e aprovadas pautas como a instituição da semana de conscientização da luta das pessoas com deficiência, criação do conselho e fundo municipal a pessoa idosa, perfuração de poços artesianos na escola São Pedro – Projeto Camurugi e Assentamento Paraíso, reforma da ponte sobre o Rio Santo Antônio que dá acesso aos assentamentos Manoel Severino, Andaré, Paraíso e Sucuiubinha.
Além dessas, houve a leitura, discussão e votação da emenda aditiva nº001/2022, do projeto de lei nº018/2022, de autoria do executivo. O projeto dispõe da criação do conselho e fundo municipal de direitos da pessoa idosa. A emenda trata de uma vaga no conselho para um representante do poder legislativo.

“Em Cabrália, temos cerca de 400 famílias que têm pessoas com deficiência”, disse Horácio Novais. O vereador Girlei Lage afirmou que a instituição da semana de conscientização é muito importante pois dá mais visibilidade ao tema.
Nessa quarta-feira (21), a partir das 08h30, vai acontecer uma caminhada organizada pela associação das pessoas com deficiência, que sairá da Avenida Almirante Tamandaré (próximo à balsa) rumo à praça Arakakaí. O objetivo é chamar a atenção da sociedade cabraliense e mostrar a importância da união de todos.

A concessão de títulos de cidadãos cabralienses a Valdemir Evangelista Sena e Elizabeth Vargas, também fizeram parte da pauta de hoje.
Outro ponto importante foi a regulamentação e aplicação do artigo 65 da lei orgânica municipal que fala sobre a criação de uma guarda municipal: “A cidade está crescendo e conto com o apoio dos vereadores para a aprovação e também convencer o prefeito a instituir a criação da guarda municipal, principalmente em Coroa Vermelha”, diz a presidente Rita Soraia.

A Câmara Municipal está enfeitada com a cor amarela devido ao tema deste mês: Setembro Amarelo – Prevenção ao Suicídio!
“Precisamos ter mais amor a nós mesmos e ao próximo. Precisamos pensar no amor de Deus. Não há um amor tão grande quanto o Dele. Ele nos deu a vida, então só Ele pode tirar. Devemos observar os sinais e, assim, tentar amenizar o sofrimento do outro”, finaliza Rita Soraia Alves.