1ª sessão ordinária do 4° semestre.
10 de agosto de 2022

o vereador Girlei Lage foi o primeiro a fazer uso da tribuna. Reclamou da mudança do dia e horário da sessão do dia 23 julho. Segundo ele, não foi perguntado a mudança.

“A posição que tomamos pela sessão na praça foi porque o número das pessoas a receberem o título de cidadão cabraliense era muito grande e não caberia aqui no plenário. Considero a opinião de cada um aqui. Tanto que perguntei, individualmente, para cada vereador, sobre o local da sessão do dia 23/07”, disse a Presidente Rita Soraia Alves.

Marcelo Leal afirmou que foi contra, inicialmente, a sessão ser na Praça Arakakaí, mas entendeu que a sessão fazia parte das festividades dos 189 anos de Emancipação Política.

Outro assunto abordado por Girlei foi o aumento concedido, pelo Governo Federal, aos agentes de saúde e de endemias: “a prefeitura recebeu esses valores, mas ainda não repassou. Em outros municípios, os profissionais já receberam e com o retroativo até maio. Nosso total apoio aos agentes de saúde e agentes de endemias, que devem ter seus direitos reconhecidos.

O edil conhecido como Popô do ovo, também é agente de saúde e interviu no assunto: “conversei com o Prefeito Agnelo e ele me afirmou que vai resolver esse assunto o mais breve possível. Ele viaja muito em busca de recursos e melhorias para nossa cidade. disse que é agente comunitário de saúde e afirmou que já conversou com o prefeito Agnelo Santos que afirmou que até amanhã, essa situação estará resolvida”.

“Defendendo as minhas indicações e aos direitos dos agentes de saúde. É notório que os servidores estão sendo valorizados na cidade e, assim como as de outras classes, o prefeito irá dialogar com os agentes de saúde”, ressaltou Marcelo Leal.

Outro assunto abordado são os entulhos que, em alguns bairros, segundo Girlei Lage, não estão sendo retirados, como é o caso do Carajá.

Outro assunto abordado são os entulhos que, em alguns bairros, segundo Girlei Lage, não estão sendo retirados, como é o caso do Carajá.

Em relação ao transporte escolar para os alunos da UniSul e UFSB, o município está disponibilizando apenas um ônibus, o que, de acordo com os estudantes, é insuficiente, pois a média de alunos que precisam do transporte, chega a 130. Sendo necessário, pelo menos, dois ônibus. “Falta um pouco de diálogo, mas sei que os estudantes não ficarão prejudicados”, disse Beneildo Matos (Guiu Pataxó).
A Câmara vai enviar um ofício para o Secretário de Educação Iszael Fernandes, solicitando uma solução junto a uma comissão de estudantes das universidades em questão.

“Estamos aqui pra somar, e já pedimos para pintar os quebra-molas em frente as escolas de Coroa Vermelha”, disse Indiara Pataxó que teve a fala concluída por Marcelo Leal que, afirmou ser necessário mais alguns quebra-molas a serem construídos, também, no bairro Geraldão.

Luciano Monteiro agradeceu ao Prefeito Agnelo Santos pela pavimentação de ruas no bairro Campinho; indicação feita por ele: “Se está caminhando bem, é responsabilidade nossa, e se não está caminhando bem, é responsabilidade nossa também”, afirmou.

Os temas, que compuseram a pauta do dia, foram aprovados. São eles:
– Obrigatoriedade na divulgação da lista de espera dos pacientes que aguardam consultas de especialidades, exames e cirurgias na rede pública municipal;
– Garantia e ampliação no atendimento às pessoas com deficiência e aos seus acompanhantes no município;
– Nomeação de administradores para os bairros Carajá, Campo Verde, Tânia e Nova Cabrália;
– Construção de quebra-molas no trecho entre os bairros Capitão Luiz de Matos e Terra de Vera Cruz;
– Pavimentação da rua dos coqueiros do PSF – 01 e as ruas Belmonte e Baltazar no Povoado de Santo Antônio;
– Reforma e ampliação do Posto de Saúde no assentamento Embaúba e instalação da cadeira odontológica.

No final da sessão, houve a leitura de um texto sobre a criação, feita pela ONU, sobre Dia Internacional dos Povos Indígenas. Na sequência, uma breve homenagem ao Dia dos Pais que será comemorado no próximo domingo (14). A sessão foi encerrada por volta das 11h40, e teve a próxima marcada para o dia 15/08, às 10h00, no Plenário Manoel Bonfim Monteiro.